Uma pessoa que trabalhava como bombeiro do museu morreu.
Chamas tomaram conta dos três andares e da cobertura.

Do G1 São Paulo

O fogo tomou conta de boa parte do museu. As chamas eram muito altas. A Estação da Luz do Metrô está fechada.

Marcos Palumbo, coronel do Corpo de Bombeiros, disse que o incêndio começou no primeiro andar e passou para os andares superiores.

“As chamas se propagaram de forma muito rápida. Tivemos a notícia que o incêndio começou e se propagou rapidamente até pela estrutura de madeira, material plástico e borracha que compõem o museu. Isso faz com que o fogo se propague rapidamente”, disse Palumbo à Globo News.

Isa Ferraz, curadora do Museu da Língua Portuguesa, diz que o incêndio é “uma tragédia”.  “O museu é fruto de um trabalho de muitos anos de uma equipe multidisciplinar para criar algo completamente novo. O museu mudou paradigmas e virou referência internacional. Foi revolucionário não só pela tecnologia e formato mas pela maneira de encarar a língua portuguesa. Temos todos os arquivos de todo o conteúdo.”

A curadora disse que o museu em uma linha do tempo de 33 metros que reconstitui todo o caminho da língua portuguesa, africana e ameríndia até se encontrar no Brasil. “Tudo isso pode ser recuperado. vai ter de remontar os filmes. Temos muita coisa em back up.”

Em nota, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo lamentou o falecimento do bombeiro civil Ronaldo Pereira durante o combate ao incêndio ao Museu da Língua Portuguesa. “A destruição parcial do prédio é uma grande perda, mas nunca comparável à vida humana, essa sim, insubstituível. Nos solidarizamos com seus familiares.”

A Secretaria esclareceu que “todo o acervo do museu era virtual, por isso, sua recuperação plena será possível após a reconstrução do edifício, medida já anunciada pelo governador Geraldo Alckmin e que será priorizada pela gestão estadual em conjunto com diversas entidades historicamente parceiras e apoiadoras da instituição.”

Segundo a secretaria,  “o Museu atendia a todos os requisitos necessários para a segurança e circulação de visitantes e funcionários e os procedimentos de segurança eram verificados periodicamente. Além disso, possui seguro contra incêndio da ordem de R$ 45 milhões.”

Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Luciana Rossetto/G1)

Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo
(Foto: Luciana Rossetto/G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Renata Melo/VC no G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo
(Foto: Renata Melo/VC no G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Renata Melo/VC no G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo
(Foto: Renata Melo/VC no G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Roney Domingos/G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo
(Foto: Roney Domingos/G1)
Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
Internauta flagrou o incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Cristiane Neri/VC no G1)
Internauta flagrou o incêndio no Museu da Língua Portuguesa
(Foto: Cristiane Neri/VC no G1)
Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
SP incêndio Museu da Língua Portuguesa (Foto: Luciana Rossetto/G1)
SP incêndio Museu da Língua Portuguesa (Foto: Luciana Rossetto/G1)